subir
IBV Instituto Brasileiro da Visão
 
DICAS

Dicas

Rotina de consulta

Muitas perdas de visão podem ser evitadas se a consulta à um Oftalmologista e a realização constante de exames de diagnósticos oftalmológicos estiverem nos hábitos das pessoas.

Os Oftalmologistas são unânimes em afirmar que tais consultas médicas devem ocorrer em todas as etapas da vida. Desde o planejamento da gravidez, a preocupação com a saúde ocular deve ser observada.

Na fase adulta, a consulta deve ocorrer ao menos uma vez por ano, aumentando essa periodicidade para 6 meses para as idades acima de 40 anos ou para hipertensos, diabéticos ou aqueles que já diagnosticaram patologias da visão e dos olhos.

Como pingar o colírio

  • Lave bem as mãos;
  • Incline a cabeça levemente para trás e olhe para cima;
  • Puxe a pálpebra inferior utilizando o dedo indicador;
  • Instile uma gota do colírio dentro da bolsa formada pela pálpebra;
  • Evite tocar a ponta do bico conta-gotas ou tubo da pomada nos tecidos oculares (nos olhos);
  • Para sua segurança, o mesmo colírio não deve ser usado por mais de um paciente;
  • Se estiver usando lentes de contato, retire-as lentes ao colocar o colírio e as recoloque após 5 minutos;
  • Ao utilizar 2 ou mais colírios diferentes, dê um intervalo de 5 minutos entre eles, para que cada um possa fazer seu efeito;
  • Não use remédio sem o conhecimento do seu médico, pode ser muito perigoso para sua saúde.

Óculos e lentes de contato devem ser prescritos por Oftalmologistas

Mesmo que possam significar uma aparente economia, adquirir óculos ou lentes de contato sem a prescrição e o acompanhamento de um Oftalmologista podem acabar custando caro.

A avaliação é da Sociedade Brasileira de Lentes de Contato e Refratometria (SOBLEC), alertando que a cada 4 brasileiros que necessitam de óculos ou lentes de contato, dois fazem o uso de maneira inadequada.

Óculos e lentes de contato são encontrados em locais absolutamente reprováveis pela sociedade médica, que passou a atentar mais sobre a questão nos últimos 3 anos, devido ao alto índice de pacientes que passaram a apresentar quadros clínicos deficitários em razão das irregularidades.

Veja Também

Dúvidas

Patologias